Vendas na Web - Anuncios imoveis

Pesquisar imóveis:



Imóveis e imobiliárias em Porto Alegre - RS

No portal Vendas na Web você vai encontrar anúncios de imóveis em diversas cidades, entre elas Porto Alegre / RS. São anúncios realizados por imobiliárias, corretores autonomos ou proprietários.

Porto Alegre é a capital do estado do Rio Grande do Sul. Pertence à mesorregião metropolitana de Porto Alegre e à microrregião de Porto Alegre. É localizada junto ao Guaíba, no extremo sul do país, a 2.027 quilômetros de Brasília.

A cidade constituiu-se a partir da chegada de casais açorianos portugueses na primeira metade do século XVIII. No século XIX contou com o influxo de muitos imigrantes alemães e italianos (também recebeu imigrantes árabes e poloneses).

O feriado de Porto Alegre é o dia 2 de fevereiro, dia de Nossa Senhora dos Navegantes, festa religiosa mais popular da cidade. É uma das capitais estaduais no Brasil onde o índice de desenvolvimento humano é o mais elevado [3].

É a maior região metropolitana do sul do país, com cerca de 4,1 milhões de pessoas, em 2006. Na capital gaúcha residem atualmente (2007) 1,42 milhão de pessoas, sendo a décima cidade mais populosa do Brasil de acordo com dados do IBGE [4].

Possui uma arquitetura moderna, e cresceu muito nas últimas décadas em função da grande afluência de pessoas à capital, transformando-se numa cidade superpovoada e um dos maiores centros urbanos do país.

As taxas de natalidade apresentam uma relação proporcionalmente inversa ao nível de vida da população. No Rio Grande do Sul, o nível de vida é superior à média brasileira, segundo demonstram alguns indicadores sociais, como expectativa de vida, mortalidade infantil e analfabetismo.[carece de fontes?]

É a segunda capital brasileira com menor taxa de analfabetos no país (3,45%) [5], e onde a venda de livros é a maior entre as capitais.

A longevidade na cidade é de 70,3 anos para os homens e de 78,6 anos para as mulheres, com uma média de 74,5.

O índice de mortalidade infantil (mortes/mil nascimentos) é de 3,87.

O IDH de Porto Alegre é de 0,865 , 9ª melhor qualidade de vida do país.

Foi eleita em 2004 pela consultoria inglesa Jones Lang LaSalle uma das 24 cidades com maior potencial para atrair investimentos no mundo, e a única representante brasileira[6].

Em 2001, foi a cidade sede da primeira edição Fórum Social Mundial, evento agora itinerante, que enfoca as questões sociais do mundo atual sob a perspectiva da esquerda política. Foi sede deste evento também em 2002, 2003 e 2005.


História

Herrmann Wendroth: Porto Alegre vista das ilhas do Guaíba, 1852
Wendroth: Vista dos altos da Misericórdia em direção sul, c. 1852
Wendroth: Porto Alegre vista a partir dos morros do sul, c. 1852

O primeiro nome dado à atual Porto Alegre foi o de Porto da Viamão, no século XVIII. Como ainda não existia um centro urbano, os estancieiros da região aproveitavam o Guaíba como meio de comunicação com Rio Grande e Rio Pardo. A região, na época conhecida como campos de Viamão, era um distrito de Laguna (em Santa Catarina). O porto, assim, era conhecido como Porto de Viamão.

Em 1740, a área foi concedida como sesmaria a Jerônimo de Ornelas, português nascido na ilha da Madeira e que estava instalado ali desde 1732. Em decorrência, o porto passou a ser chamado de "Porto do Dorneles". De acordo com o historiador Walter Spalding, o porto propriamente dito ficava na foz de um pequeno riacho, onde atualmente está localizada a Ponte de Pedra do Largo dos Açorianos.

Nessa mesma época, o governo português incentivou a vinda de casais açorianos à região, com o intuito de resolver dois problemas: o primeiro era o superpovoamento das ilhas dos Açores, e o segundo era assentar a dominação portuguesa no sul do Brasil, região ameaçada pelas colônias espanholas do sul e oeste do continente sul-americano. Assim, em 1752 chegou a primeira leva de casais açorianos, que se instalaram no então Porto de Dorneles e serviram de ponto de apoio aos novos casais imigrantes que chegavam para se instalar em outras regiões do Rio Grande do Sul. Com essa leva de casais, o porto passou a ser conhecido como o "Porto dos Casais".

Em 1763, com a invasão espanhola da cidade de Rio Grande, então capital do Estado, a sede do governo acabou por ser transferida para Viamão, cidade adjacente ao Porto dos Casais. Com o desenvolvimento do porto e sua posição estratégica à beira do rio Guaíba, o governador da época, José Marcelino de Figueiredo, resolveu transferir a capital de Viamão para Porto dos Casais em 1773, trocando nessa ocasião o nome para Porto Alegre. A antiga colônia açoriana, além de centro administrativo, virou área militar. Paliçadas de madeira foram construídas em torno da cidade, no lado oposto ao rio, nas proximidades do Hospital da Santa Casa (construído em 1803 e ainda em atividade atualmente). As estreitas ruas da Porto Alegre colonial foram projetadas como um labirinto, possuindo nítido caráter defensivo.

O príncipe Dom João elevou a capital da capitania à categoria de vila, e o decreto oficial ocorreu em 11 de dezembro de 1810, quando a Câmara Municipal lavrou o "auto de criação da Vila de Porto Alegre". E no dia 13 do mesmo mês foi lavrado o "auto de demarcação e declaração dos limites que ficaram pertencendo a Vila de Nossa Senhora Madre de Deus de Porto Alegre".

Pela Carta de Lei, de 14 de novembro de 1821, o imperador D. Pedro I elevou Porto Alegre à categoria de cidade. Nessa época a população era de doze mil habitantes.
Antigo mercado público

Em 1835 inicia-se no Rio Grande do Sul uma das maiores guerras já travadas em território brasileiro, a Revolução Farroupilha. Mesmo fortificada, Porto Alegre foi invadida, sendo retomada no ano seguinte pelos Imperiais. A partir de então, a cidade sofreria três intermináveis cercos até o ano de 1838. Foi a resistência a esses cercos que fez D. Pedro II dar à cidade o título de "Mui Leal e Valerosa".

A guerra não impediu que fosse construído o primeiro Mercado Público, organizando o comércio nas áreas centrais. Apesar do inchaço populacional daqueles tempos, a malha urbana só voltaria a crescer em 1845, após o fim da revolução e da derrubada das muralhas que cercavam a cidade. A partir de então, chegaram à cidade os primeiros imigrantes alemães e italianos, instalando restaurantes, pensões, pequenas manufaturas, olarias, alambiques e diversos estabelecimentos comerciais.

No período de 1865 a 1870, a Guerra do Paraguai transforma a capital gaúcha na cidade mais próxima do teatro de operações. A cidade recebe dinheiro do governo central, além de serviço telegráfico, novos estaleiros, quartéis, melhorias na área portuária, além da construção do primeiro andar do novo Mercado Público. Em 1872, as primeiras linhas de bonde entram em circulação na cidade.

Em 1884 decreta a libertação de seus escravos, quatro anos antes da Lei Áurea. No fim do século XIX e início do século XX, período em que a cidade já contava com cerca de setenta mil habitantes, intensas obras de melhoria são realizadas, como instalação de eletricidade, rede de esgotos, transporte elétrico, água encanada, hospitais, ambulância, telefonia e indústrias. Também foram instaladas as primeiras instituições de ensino superior do estado: as faculdades de Farmácia e Química em 1895, de Engenharia em 1896, de Medicina em 1898 e de Direito em 1900. Elas deram origem à atual UFRGS.

Geografia

Prédios de Porto Alegre
Mapa dos Bairros de Porto Alegre

A maior parte da cidade de Porto Alegre é cercada por prédios. A área do município de Porto Alegre é de 470,25 km² (Censo IBGE/2000). Destes, 44,45 km² estão distribuídos nas 16 ilhas do Guaíba sob jurisdição do município. Atualmente a cidade conta com 78 bairros. Possui um relevo montanhoso na região mais ao sul, apresentando morros, sendo o mais alto deles o Morro Santana, com 311 metros de elevação acima do nível do mar. A cidade ainda possui 70km de margens banhadas pelo Guaíba.

Bairros

O primeiro bairro criado em Porto Alegre foi o Medianeira, através da Lei Municipal nº 1762, de 23 de julho de 1957. Somente a partir deste ano as demais áreas da cidade passaram a ter denominações próprias pois, até então, a divisão era feita por "distritos". A primeira referência encontrada, neste sentido, data de 1º de dezembro de 1892 quando, pelo Ato n° 07, assinado pelo Intendente João Luiz de Faria, o município foi dividido em oito distritos, e estes subdivididos em "comissariados".

Pela Lei Municipal n° 36, de 31 de agosto de 1925, foi autorizado o desmembramento do 8° e do 9° distritos. Em 1927, através do Decreto 115, houve uma retificação nos limites do Município e a divisão do território passou a ser feita por zonas (urbana, suburbana e rural) e distritos, além de ser criada uma subdivisão por seções.

Os distritos criados eram nove, subdivididos em até quatro seções cada um. Em 1940, através do Decreto-lei n° 25, foram delimitadas, novamente, as três zonas e os distritos. No texto do decreto são mencionados apenas três distritos (Distrito da Cidade, Distrito de Belém Novo e Distrito da Pintada). Este tipo de divisão foi mantido até quase o final da década de 1950, quando começaram a ser criados os bairros.

A primeira lei surgiu em 1957 e, posteriormente, em 1959, através da Lei 2022, além da delimitação do Centro, foram criados outros 58 bairros.

Ainda existem algumas áreas do território sem denominação oficial (zona indefinida) e que são conhecidas por "apelidos", como é caso do Morro Santana, Passo das Pedras, Chapéu do Sol e Aberta dos Morros. Atualmente a cidade conta com 78 bairros oficiais. Os cinco mais populosos e suas respectivas áreas, segundo dados do Censo do IBGE de 2000, são:

* Rubem Berta: 78 624 moradores - 8,51 km²
* Sarandi: 60 403 moradores - 9,44 km²
* Restinga: 50 020 moradores - 21,49 km²
* Partenon: 47 460 moradores - 5,70 km²
* Santa Tereza: 47 175 moradores - 4,54 km²

Clima

O clima é temperado subtropical úmido, com verões quentes e invernos frios (para os padrões brasileiros) e chuvosos (tipo Cfa, segundo Köppen). É a segunda capital mais fria do país.

A temperatura média em janeiro é de 25°C, e em julho é de 14°C[7], com as temperaturas recordes de 40,7ºC em 1 de janeiro de 1943[8] e de -4,0°C em julho de 1918[9]. A média anual é de aproximadamente 19,4°C e a neve é muito rara, tendo sido observada em 1879, 1910, 1984[10], 1994[11], 2000[12] e em 2006[13] [14]. As geadas ocorrem algumas vezes durante o ano.

Não é incomum a presença de "veranicos", que fazem a temperatura subir para 30 graus por alguns dias em pleno inverno. A média anual de chuva é de 1299 mm.
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
Maior temperatura°C 31 31 28 26 22 19 19 20 21 23 27 29
Menor temperatura °C 19 20 18 16 12 9 9 10 12 14 16 18
Fonte: BBC Weather

Meio ambiente

Porto Alegre é uma das capitais mais arborizadas do Brasil [15]. Cada habitante da cidade tem direito a, aproximadamente, 17m² de área verde. Em 1976 foi criada em Porto Alegre a primeira secretaria do meio ambiente do Brasil.

Existem programas de arborização e preservação das matas nativas. Muitas das avenidas são arborizadas com tipos específicos de árvores, como por exemplo as paineiras da avenida Icaraí e os guapuruvus na avenida Teresópolis. As floradas adicionam beleza cênica à cidade. Também são freqüentes os ipês, as timbaúvas, os jacarandás e os plátanos.

As encostas dos morros são preservadas, mas enfrentam problemas com loteamentos clandestinos e invasões. A cidade conta com duas áreas de conservação ambiental: o Parque Estadual do Delta do Jacuí e a Reserva Biológica do Lami José Lutzenberger.

Problemas ambientais

As grandes áreas verdes de Porto Alegre ajudam a amenizar seus problemas ambientais, mas, a cidade apresenta problemas com lixo e poluição, entre outros.

Os alagamentos da avenida Goethe e regiões próximas se intensificaram com o aumento do asfaltamento da cidade, diminuindo a infiltração da água e aumentando o seu escoamento superficial. Para reverter esse problema de drenagem urbana, está em andamento a construção do Conduto Álvaro Chaves. Iniciada em maio de 2005, a obra tem previsão de término para 2007.

Parques e outras áreas públicas

Vista panorâmica da Praia de Ipanema em Porto Alegre

Os parques mais freqüentados pelos porto-alegrenses são o Parque Moinhos de Vento (ou Parcão), o Parque Farroupilha (ou Redenção) e o Parque Marinha do Brasil. Destaca-se também a Praia de Ipanema, localizada na zona sul da cidade.

Outras áreas públicas mais freqüentadas são:

* Estância da Harmonia
* Largo Glênio Peres
* Morro do Osso
* Morro Santa Teresa
* Praça da Alfândega
* Praça da Matriz
* Parque Chico Mendes
* Parque Mascarenhas de Moraes
* Parque Maurício Sirotski Sobrinho
* Praça da Encol

Cidades vizinhas

A região metropolitana de Porto Alegre conta com mais de 30 cidades. Entre elas as principais são: Canoas, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Gravataí, Alvorada, Cachoeirinha e Viamão. Elas estão ligadas a Porto Alegre através da rodovia BR-116, do Trensurb, da BR-290 (a freeway), da avenida Assis Brasil e da avenida Castelo Branco, formando uma grande conurbação.

Distâncias rodoviárias

de cidades brasileiras

* Aracaju 3.296 Km
* Belém 3.854 Km
* Belo Horizonte 1.760 Km
* Brasilia 2.111
* Campo Grande 1.413 Km
* Cuiabá 2.137 Km
* Curitiba 720 Km
* Florianópolis 497 Km
* Fortaleza 4.174 Km
* Goiânia 1.855 Km
* João Pessoa 3.908 Km
* Maceió 3.568 Km
* Natal 4.046 Km
* Recife 3.781 Km
* Porto Velho 3.598 Km
* Rio de Janeiro 1.555 Km
* Salvador 3.117 Km
* São Luís 3.911 Km
* São Paulo 1.134 Km
* Vitória 2.020 Km

de cidades do Mercosul

* Montevidéu/Uruguai - 890 km
* Buenos Aires/Argentina - 1063 km
* Assunção/Paraguai - 1102 km
* Santiago/Chile - 2450 km

Política

Câmara municipal

São onze os partidos políticos com representatividade na Câmara Municipal de Porto Alegre:

* Partido Democrático Trabalhista (PDT), com cinco vereadores;
* Partido da Frente Liberal (PFL), com dois;
* Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), com quatro;
* Partido Progressista (PP), com três;
* Partido Popular Socialista (PPS), com dois;
* Partido da República (PR), com dois;
* Partido Socialista Brasileiro (PSB), com um;
* Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), com dois;
* Partido Social Liberal (PSL), com um;
* Partido dos Trabalhadores (PT), com nove;
* Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), com cinco.

Prefeitos

Paço Municipal

Porto Alegre teve, de 1989 até 2004, apenas prefeitos do PT. Em 2005, José Fogaça, do PPS, foi o eleito.

Lista parcial de prefeitos eleitos de Porto Alegre

* Alceu de Deus Collares - PDT (1986-1988)
* Olívio Dutra - PT (1989-1992)
* Tarso Genro - PT (1993-1996)
* Raul Pont - PT (1997-2000)
* Tarso Genro - PT (2001-2002)
* João Verle - PT (2002-2004)
* José Fogaça - PPS (2005-2008)

[editar] Economia

Segundo dados do IBGE/2005, o PIB de Porto Alegre é de R$ 27.977.351.000,00 e seu PIB per capita é de R$ 19.693,11.

Segundo a consultoria inglesa Jones Lang LaSalle (2004), Porto Alegre está em segundo lugar em produção rural e industrial entre as cidades brasileiras. Por sua posição geográfica, a cidade é definida como a capital do Mercosul[carece de fontes?].

O turismo não é uma área muito aproveitada para a economia da cidade. Muito tem sido discutido sobre a revitalização do Cais do Porto, que incentivaria o turismo na região.

Comércio

A cidade conta com diversos shopping centers e lojas. No centro se encontra o Mercado Público, histórico prédio de Porto Alegre. No verão ocorre a maior liquidação da cidade, o Liquida Porto Alegre, consagrado como o maior evento comercial da Região Metropolitana. Para muitas lojas, a liquidação representa o segundo melhor período de vendas, superado apenas pelo Natal.
O Mercado Público de Porto Alegre é um dos prédios históricos da cidade

Abaixo uma lista dos principais centros comerciais da cidade:

* Aeroshopping
* Boulevard Strip Center
* Bourbon Shopping Assis Brasil
* Bourbon Shopping Country
* Bourbon Shopping Ipiranga
* Brique da Redenção
* Centro
* DC Shopping
* Floresta Shopping Center (em construção)
* Lindóia Shopping
* Mercado Público
* Rua da Praia Shopping
* Shopping BarraShopping Sul (em construção)
* Shopping João Pessoa
* Shopping Iguatemi
* Shopping Moinhos
* Shopping Praia de Belas
* Shopping Total

Demografia

A capital conta com 1.420.667 habitantes, segundo estimativas do IBGE para 2007.[1] Tem em sua composição étnica 82% de brancos, descendentes de várias partes da Europa; 8% de mestiços, devido a miscigenação ocorrida entre brancos e negros (escravos) ou brancos e índios, entre negros e índios e até entre os três grupos; 8% de negros descendentes de ex-escravos; e uma minoria de asiáticos, inferior a 2%.

Segundo dados da ONU e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA (2001), Porto Alegre tem o "Melhor Índice de Desenvolvimento Humano" (IDH) entre as metrópoles nacionais.[16]

Criminalidade

O crescimento populacional da cidade de Porto Alegre é acompanhado pelo crescimento da criminalidade. Crimes antes praticados somente na região sudeste do Brasil, como seqüestros-relâmpago, surgiram na capital. Além disso, nos últimos anos houve crescimento do número de roubos de carro na cidade. Porto Alegre é a cidade em que mais se rouba carros (proporcionalmente ao número da frota) do Brasil [17]. Para cada 100 mil carros, são roubados 113,83 mensalmente na cidade. Ao mesmo tempo em que o número de roubos de carros na cidade aumenta, o de furtos diminui. De 2003 até 2007, a média de furtos mensais diminui de 659 para 388.

Através da página Alerta Veículos é possível acompanhar as ocorrências de furto e/ou roubo de veículos registradas nas últimas 72 horas na capital e todo estado do RS.

Em 2007, dentre as 13 maiores capitais, Porto Alegre foi campeã no aumento de homicídios de um ano para outro, com crescimento de 55,7%[18]. O crescimento da violência faz com que os porto-alegrenses invistam em equipamentos de segurança, como grades de proteção, presentes na maioria das casas e prédios da cidade.

A prefeitura vem instalando câmeras de segurança nas ruas, o que até agora não resultou em reduções significativas nos níveis de violência. Entretanto, essa ação é vista por parte da população como uma tentativa de compensar a escassez de policiais nas ruas.

Cultura

Turismo

Usina do Gasômetro, localizada às margens do lago Guaíba

* Guia de viagens sobre Porto Alegre no Wikitravel.

Porto Alegre é a sexta porta de entrada de visitantes estrangeiros no país [19]. Entre os principais pontos turísticos da cidade estão a estátua do Laçador (na entrada da cidade) e a Usina do Gasômetro. O pôr-do-sol do Guaíba também é outro ponto de destaque turístico de Porto Alegre.

Os parques mais freqüentados são o Parque Moinhos de Vento, o Parque Farroupilha (da Redenção) e o Parque Marinha do Brasil.

Atualmente a prefeitura de Porto Alegre vem investindo na Linha Turismo: uma linha de ônibus especial que tem como itinerário os principais pontos turísticos da cidade. Em funcionamento desde janeiro de 2003, já teve mais de 180 mil visitantes. O ônibus da linha possui dois andares, sendo o superior aberto. O passeio dura cerca de 80 minutos, tem 28 km de extensão e conta com guia especializado e sistema de áudio em três línguas, o português, inglês e espanhol. Maiores informações podem ser encontradas na página da Linha Turismo.

Porto Alegre também pode ser apreciada do lago Guaíba, através de passeios nos barcos Cisne Branco, Noiva do Caí e outros. Saindo de diferentes lugares e com diferentes trajetos, os barcos oferecem uma vista pouco usual da cidade.

Sendo um dos principais centros de negócios do Mercosul, Porto Alegre atrai eventos e congressos, trazendo à cidade milhares de turistas. Possui dezenas de centros de convenções, destacando-se o da Federação das Indústrias do Estado (FIERGS), localizado na zona norte, e que possui um teatro e modernas instalações para convenções e exposições; o Centro de Eventos da PUC; e o Centro de Eventos do Hotel Plaza São Rafael.

A rede hoteleira portoalegrense é de boa qualidade [20] e, nos últimos anos, novos hotéis de importantes cadeias nacionais e internacionais têm se instalado na cidade.

Esportes

A cidade se destaca em diversos esportes como o futebol, ginástica olímpica, natação, basquete, tênis, judô, rugby, esportes à vela, corrida, entre outros.

O futebol é uma grande paixão dos porto-alegrenses. Há uma grande rivalidade entre dois times de futebol em especial, que são o Sport Club Internacional, fundado em 1909; e o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, fundado em 1903. Geralmente o Campeonato Gaúcho de Futebol é vencido por um desses dois times. O confronto entre as duas equipes é conhecido como clássico Gre-nal.

Na ginástica olímpica, destaca-se Daiane dos Santos, a mais famosa ginasta porto-alegrense. A ex-atleta do Grêmio Náutico União, foi a primeira brasileira a conquistar a medalha de ouro nos mundiais.

No judô, João Derly, atleta da SOGIPA, tornou-se celebridade quando se tornou o primeiro atleta brasileiro da modalidade a conquistar uma medalha de ouro em um campeonato mundial da categoria principal (sênior). Além disso, Tiago Camilo e Mayra Aguiar, ambos judocas, também treinam no clube porto-alegrense. Em 2007, João Derly e Tiago Camilo foram campeões mundiais e, com isso, o clube de Porto Alegre tornou-se a única agremiação brasileira tricampeã do mundo.

Anualmente ocorre a Maratona Internacional de Porto Alegre, a maior e mais tradicional prova do segmento no Rio Grande do Sul.

Cinemas

Porto Alegre é uma cidade muito bem servida de cinemas, considerando o número de salas por habitante[carece de fontes?], apesar de os grandes cinemas de rua de Porto Alegre terem quase todos desaparecido. A cidade conta com 60 salas de cinema, localizadas principalmente em shopping centers, com destaque ao Bourbon Shopping Country e ao Bourbon Shopping Ipiranga, com oito salas cada um.

Mídia

Imprensa

Os jornais de maior circulação em Porto Alegre são Zero Hora, Correio do Povo, O Sul, Diário Gaúcho e Jornal do Comércio.

Rádio

Existem diversas rádios em Porto Alegre:

FM 87.9 MHz - Comunitárias • 89.3 MHz - Antena 1 • 91.3 MHZ - Metrô • 92.1 MHz - Cidade • 94,1 MHz - Atlântida • 94.9 MHz - Ipanema • 95.9 MHz - Liberdade • 96.7 MHz - Eldorado • 97.5 MHz - Jovem Pan • 98.3 MHz - Continental • 99,3 MHz - BandNews • 100,5 MHz - Aleluia • 101.3 MHz - Guaíba FM • 102.3 MHz - Itapema • 104,1 MHz - 104 FM • 106,3 Mhz - Aliança • 106,7 Mhz - Nossa Rádio • 107,1 MHz - Pop Rock • 107.7 MHz - FM Cultura
AM 600 kHz - Gaúcha • 640 kHz - Band AM • 680 kHz - Farroupilha • 720 kHz - Guaíba AM • 780 kHz - Pampa • 970 kHz - Pampa • 1.020 kHz - Caiçara • 1.080 kHz - UFRGS • 1.120 kHz - Rural • 1.210 kHz - Catedral • 1.300 kHz - Boa Vontade • 1340 kHz - CBN • 1390 kHz - Esperança
SW 5955 kHz - Gazeta • 6000 kHz - Guaíba AM • 6020 kHz - Gaúcha • 6090 kHz - Band AM SP • 6120 kHz - Globo AM SP • 6150 kHz - Record • 6170 kHz - Cultura AM SP • 9505 kHz - Record • 9585 kHz - Globo AM SP • 9615 kHz - Cultura AM SP • 9645 kHz - Band AM SP • 9685 kHz - Gazeta • 11785 kHz - Guaíba AM • 11915 kHz - Gaúcha • 11925 kHz - Band AM SP • 11965 kHz - Record • 15135 kHz - Record • 15325 kHz - Gazeta • 17805 kHz - Cultura AM SP



Os canais com maior audiência na cidade são a RBS TV (filiada à rede globo), a Bandeirantes, o SBT e a Rede Record.
Museu de Arte do Rio Grande do Sul

Museus

A cidade possui muitos museus, como o Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS) e o Museu de Ciência e Tecnologia da PUC.

Música

Música popular

Muitas bandas de Porto Alegre já tiveram grande projeção nacional, como Engenheiros do Hawaii, Cachorro Grande, Fresno, Nenhum de Nós, Os Replicantes e Papas da Língua, entre outras.

Destaques individuais porto-alegrenses na música popular são Adriana Calcanhoto, Elis Regina, Lupicínio Rodrigues e Renato Borghetti, entre outros.

Música erudita

A grande quantidade de descendentes de imigrantes europeus no estado e o relativamente elevado nível da educação geral do povo gaúcho criaram em Porto Alegre um bom público para a música erudita, apreciador de vários gêneros e estilos, e que possibilita a existência na cidade de duas orquestras sinfônicas com coros sinfônicos associados - a OSPA, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, e a Orquestra da PUC - além de uma orquestra de câmara estável, a Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro, e diversos outros grupos vocais e instrumentais e músicos solistas. Dentre esses se destacou o Conjunto de Câmara de Porto Alegre, dedicado à música medieval, de atuação marcante mas infelizmente há pouco dissolvido; mas o camerismo se mantém em alto nível através de outros grupos, como o Trio de Madeiras de Porto Alegre e o vanguardista Faskner. Solistas como Olinda Alessandrini, Augusto Maurer, Luciane Cuervo e Cristina Caparelli, e as cantoras Lúcia Passos e Ângela Diel são também justamente apreciados pela comunidade em aparições freqüentes.

A continuidade da vida musical erudita em Porto Alegre é garantida ainda pela atividade da Escola de Música do Instituto de Artes da UFRGS, da Escola de Música da OSPA, de diversos conservatórios e escolas privados e inúmeros professores independentes de mérito, sem contar os estabelecimentos de ensino particular que oferecem aulas de iniciação musical. Especialmente a Escola de Música da UFRGS, com seus cursos de graduação e pós-graduação, tem sido historicamente um dos mais importantes centros de formação de ótimos instrumentistas e compositores que atuaram na cidade e mesmo desenvolveram carreiras internacionais. Ali ensinaram ou ensinam, ou passaram por suas classes músicos importantes como Esther Scliar, Hubertus Hofmann, Radamés Gnatalli, Celso Loureiro Chaves, Bruno Kiefer, Armando Albuquerque e Tasso Corrêa. Junto à PUC é notável a atuação do maestro e compositor Frederico Gerling Junior.

O mercado fonográfico começa a dar atenção ao movimento erudito local, incluindo a composição contemporâneas, e pelo menos uma gravadora [1] sediada em Porto Alegre tem um apreciável catálogo de intérpretes e compositores locais, com repertório clássico bem como de produção inovadora. Há um programa variado de concertos em diversos teatros e centros culturais da capital, apresentações de óperas e bailados não são raras, e concertos sinfônicos em logradouros públicos atraem considerável assistência. Pelo Theatro São Pedro já passaram nomes como Arthur Rubinstein, Magda Tagliaferro, Heitor Villa Lobos e Bidu Sayão, com a OSPA já atuaram estrelas como Friedrich Gulda, Pierre Fournier, Kurt Redel, Montserrat Caballé, Luciano Pavarotti e Nelson Freire, e orquestras estrangeiras já incluem a cidade em suas excursões.

Teatros e auditórios

* Theatro São Pedro
* Auditório Araújo Viana
* Anfiteatro Pôr-do-Sol
* Teatro da OSPA
* Centro Municipal de Cultura
* Clube da Cultura
* Sala Álvaro Moreira
* Teatro Bruno Kiefer
* Teatro de Câmara
* Teatro de Arena
* Teatro Carlos Carvalho
* Teatro do Instituto Goethe
* Teatro do IPE
* Teatro Museu do Trabalho
* Teatro Renascença
* Teatro do SESC
* Teatro do Sesi
* Teatro Tasso Corrêa
* Teatro do Bourbon Country

Centros culturais

* Biblioteca Pública
* Casa de Cultura Mario Quintana
* Centro Cultural CEEE Erico Verissimo
* Fundação Iberê Camargo
* Planetário de Porto Alegre
* Santander Cultural
* Solar dos Câmara
* Solar Lopo Gonçalves

Arquitetura

Palácio Piratini

A cidade de Porto Alegre é um grande museu arquitetônico a céu aberto, onde encontramos exemplares dos diferentes estilos em voga dos últimos dois séculos, concentrados principalmente no centro da cidade. Pelas ruas centrais podem ser vistos prédios históricos como a Catedral Metropolitana de Porto Alegre, a Cúria Metropolitana de Porto Alegre, o Palácio Piratini e o Theatro São Pedro, dividindo espaço com a arquitetura moderna do Palácio Farroupilha, onde funciona a Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul.

A influência da arquitetura alemã é muito expressiva na cidade, e pode ser constatada nas obras de José Lutzenberger, que imigrou para o Rio Grande do Sul em 1920, e é o autor dos projetos dos prédios do Instituto Pão dos Pobres, da Igreja São José e do Palácio do Comércio; e de Theodor Wiederspahn, que imigrou em 1908, e foi o responsável pelo prédio da Delegacia Fiscal (atual MARGS), dos Correios e Telégrafos (atual Memorial do Rio Grande do Sul), do Banco da Província (atual Santander Cultural), do Hotel Majestic (atual Casa de Cultura Mario Quintana), do Edifício Chaves, do Cine Guarany, da antiga Cervejaria Bopp (depois, Cervejaria Brahma), da Central Telefônica Ganzo, do Edifício Ely (atual Tumelero), da Faculdade de Medicina da UFRGS, do Bier e Ulmann, do Moinho Chaves e do Hospital Moinhos de Vento, entre e outros, todos localizados na zona central.

Monumentos de Porto Alegre

Estátua do Laçador, símbolo da capital gaúcha

* Estátua do Laçador, escolhida pelos porto-alegrenses, em 1991, como símbolo da capital gaúcha.
* Fonte Talavera de La Reina
* Monumento aos Açorianos
* Monumento ao Expedicionário
* Monumento a Júlio de Castilhos
* Ponte de Pedra

Prédios históricos de Porto Alegre

* Cais Mauá
* Casa Godoy
* Catedral Metropolitana de Porto Alegre
* Cervejaria Brahma
* Chalé da Praça XV
* Edifício Ely
* Hidráulica Moinhos de Vento
* Hotel Majestic
* Igreja Nossa Senhora das Dores
* Igreja de Nossa Senhora da Conceição
* Palácio Piratini
* Prédio dos Correios e Telégrafos
* Santander Cultural, antigo Banco da Província
* Sede da Prefeitura de Porto Alegre
* Solar dos Câmara
* Solar Lopo Gonçalves
* Theatro São Pedro
* Usina do Gasômetro

Educação

Colégios

Porto Alegre conta com 92 escolas públicas municipais [21], sendo 40 delas de ensino infantil[22], 47 de ensino fundamental (sendo quatro delas de educação especial)[23], duas de ensino médio [24] e uma de ensino básico; e 260 escolas públicas estaduais [25], além de escolas públicas federais.

Porto Alegre conta com algumas dezenas de escolas particulares, sendo que grande parte delas pertencem a congregações religiosas católicas.

Cursos pré-vestibular

Freqüentados por grande parte dos alunos que participam de concursos vestibulares concorridos, como os das faculdades federais do estado, os cursos pré-vestibulares vêm sofrendo uma grande expansão na cidade ultimamente.

Faculdades e universidades

Porto Alegre conta com diversas faculdades e algumas universidades. A cidade possui duas universidades federais, a UFCSPA e a UFRGS, e uma estadual, a UERGS. A maior universidade privada de Porto Alegre é a PUCRS, que também é a maior universidade privada do Sul do país.

Sociedade

As ruas Padre Chagas e Fernando Gomes, também conhecidas como Calçada da Fama, estão localizadas no bairro Moinhos de Vento e possuem diversos bares, cafés, restaurantes e casas noturnas, sendo duas das mais famosas ruas da noite porto-alegrense. Além delas, a rua Lima e Silva, no bairro Cidade Baixa, também é conhecida por seus bares, restaurantes e casas noturnas, de estilo mais alternativo.

Clubes

A cidade conta com muitos clubes ricos em áreas para prática de esportes de competição, além da atividade social. Os mais conhecidos, entre outros, são:

* Associação Leopoldina Juvenil – tênis, futsal, ginástica olímpica, hockey
* Clube dos Jangadeiros – esportes de vela
* Grêmio Náutico União – natação, ginástica olímpica, ginástica rítmica, judô, esgrima, remo, basquete, tênis, escotismo
* Lindóia Tênis Clube – tênis; escotismo
* Sociedade Libanesa de Porto Alegre – tênis
* SOGIPA – atletismo, basquete, ginástica olímpica, judô, tênis, patinação artística, vôlei, escotismo
* Veleiros do Sul – esportes de vela

Restaurantes

Com uma rede de restaurantes de ótima qualidade, Porto Alegre oferece opções para todos os gostos e estilos: culinária alemã, árabe, brasileira, chinesa, espanhola, francesa, indiana, italiana, japonesa, mexicana, polonesa, portuguesa, tailandesa e vegetariana, entre outras, além da culinária típica gaúcha.

Casas noturnas

Entre as diversas casas noturnas de Porto Alegre, destacam-se a microcervejaria Dado Bier (localizada no interior do shopping Bourbon Country), o Opinião (casa de shows e espetáculos), o Manara (tradicional casa freqüentada por universitários) e o Strike 410 (casa que conta como diferencial suas pistas de boliche), entre outros mais alternativos como a NEO e o Ocidente.

Infra-estrutura

Saúde

A cidade tem [26]35 hospitais, 883 clínicas, 204 consultórios, 19 laboratórios de análises patológicas, 41 laboratórios de análises clínicas, num total de 1.182 estabelecimentos voltados aos serviços de saúde. O total de leitos hospitalares em Porto Alegre é 7.906, sendo 5.816 ocupados pelo SUS.

Porto Alegre conta com o Hospital de Clínicas de Porto Alegre, que é o hospital de ensino da faculdade de medicina da UFRGS, o Complexo Hospitalar Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, hospital de ensino da UFCSPA e o Hospital São Lucas, hospital de ensino da PUCRS. Como hospitais privados, são referência o Hospital Moinhos de Vento, o Hospital Mãe de Deus. O Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre é referência no atendimento das urgências e emergências traumatológicas.

Transporte

Metrô de Porto Alegre

Porto Alegre não enfrenta muitos problemas com o transporte. Entretanto, o transporte nas ruas e avenidas da cidade vem demonstrando sinais de saturação durante a última década. Apesar das diversas mudanças de tráfego já realizadas, os engarrafamentos ainda são constantes nas principais avenidas da cidade durante os horários de pico. A EPTC é a empresa que planeja e fiscaliza as atividades relacionadas ao trânsito e aos transportes de Porto Alegre.

A ponte do Guaíba, que liga a capital à região sul do Estado, é um dos cartões-postais de Porto Alegre.
O porto de Porto Alegre na margem do lago Guaíba

As principais vias arteriais do trânsito urbano da cidade são a Avenida Ipiranga, Avenida Farrapos, Avenida Protásio Alves, Avenida João Pessoa, Avenida Bento Gonçalves, Avenida Sertório, Avenida Independência, Avenida Assis Brasil, Avenida Loureiro da Silva (Primeira Perimetral), Segunda Perimetral, Terceira Perimetral e Avenida Borges de Medeiros.

O transporte público de Porto Alegre é baseado em ônibus, metrô de superfície, táxis e lotações. A empresa Carris é a mais importante empresa de transporte coletivo de ônibus da cidade. A Estação Rodoviária de Porto Alegre recebe milhares de viajantes durante todos os dias da semana. A Trensurb é a empresa que administra os trens urbanos, que ligam a cidade às suas cidades vizinhas.

A cidade conta com o Aeroporto Salgado Filho, o maior do Sul do país. Localizado na zona norte da capital gaúcha, recebe aviões de todo o país, e também recebe regularmente vôos interncacionais. O aeroporto recebe pessoas de várias partes do país em direção a Buenos Aires, Santiago, Rosário, Córdoba e Montevidéu.

Na margem oeste do lago Guaíba, está situado o porto de Porto Alegre. Sua posição geográfica possibilita um tráfego permanente entre Porto Alegre e Buenos Aires, transportando produtos siderúrgicos e principalmente produtos agrícolas.

Serviços

O abastecimento de água na cidade é realizado pelo Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE). O fornecimento de energia elétrica é realizado pela Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE).

Eventos

A Feira do Livro de Porto Alegre ocorre anualmente na Praça da Alfândega

Porto Alegre possui uma série de eventos e atividades culturais. Além da programação tradicional, há grandes eventos que marcam a passagem do tempo com um calendário peculiar.

No verão, Porto Alegre oferece anualmente para seus habitantes o Porto Verão Alegre, um circuito de peças teatrais, dança, artes plásticas e música.

A Festa de Navegantes em Porto Alegre, que acontece no dia 2 de fevereiro, é a maior festa religiosa, e homenageia Nossa Senhora dos Navegantes, a padroeira da cidade.

Em maio já ocorreu por duas vezes a Globaltech, a maior feira de ciências e tecnologia da América Latina. Lá se encontram as maiores universidades do estado e do país para discutir sobre o futuro.

Geralmente no 1º semestre ocorre o Fórum Internacional de Software Livre, um dos maiores eventos do mundo sobre software livre. O FISL reúne palestras, debates e os melhores profissionais da área.

Em setembro, ocorre na Estância da Harmonia, localizada no Parque Maurício Sirotski Sobrinho, o Acampamento Farroupilha, onde centenas de piquetes montam suas barracas e fazem os seus churrascos, para festejar a Revolução Farroupilha. Na área cultural, esse mês é marcado pelo Porto Alegre em Cena, festival de grandes proporções que reúne apresentações de teatro, dança e música de artistas e grupos convidados de todo o mundo.

Em outubro ocorre a Feira do Livro, a maior feira de livros a céu aberto da América[27] [28]. A primeira edição da Feira foi em 1955, a primeira do Brasil. Estima-se que quase dois milhões de pessoas visitem a Feira.

A cada dois anos, em geral no período que compreende outubro a dezembro, Porto Alegre sedia a Bienal do Mercosul, evento artístico-cultural de grande porte e de grande atração turística.

Também ocorre na cidade a "Corrida para Vencer o Diabetes", promovida pelo Instituto da Criança com Diabetes. Trata-se de uma corrida solidária na qual se arrecadam fundos para o instituto, que promove tratamento e assistência a crianças e adolescentes com diabetes.

Eventos já realizados na cidade

Nos verões de 2001, 2002, 2003[29] e 2005[30] a cidade foi sede do Fórum Social Mundial, reunindo em cada uma das duas últimas edições mais de 100 mil pessoas de mais de 100 países para discussões, debates e mobilização. Durante a última edição foi produzida a Consenso de Porto Alegre, onde os intelectuais de esquerda que comporam boa parte do evento entraram num consenso quanto a medidas globais a serem tomadas urgentemente.

Cidades-irmãs

Cidades-irmãs é uma iniciativa do Núcleo das Relações Internacionais da Prefeitura de Porto Alegre, que busca a integração entre a cidade e demais municípios nacionais e estrangeiros.

A integração entre os municípios é firmada por meio de convênios de cooperação, que têm o objetivo de assegurar a manutenção da paz entre os povos, baseada na fraternidade, felicidade, amizade e respeito recíproco entre as nações.

Lista das cidades irmãs de Porto Alegre [31]

* Austin (Estados Unidos da América) - 29 de agosto de 2002 [32] e [33]
* Horta (Portugal) - Decreto nº 257 de 7 de maio de 1993
* Kanazawa (Japão) - Decreto nº 3535 de 31 de maio de 1967
* La Plata (Argentina) - Decreto nº 8052 de 15 de setembro de 1982
* Morano Calabro (Itália) - Decreto nº 7932 de 15 de janeiro de 1982
* Natal (Rio Grande do Norte / Brasil) - Decreto nº 10.425 de 16 de outubro de 1992
* Newark (Estados Unidos da América) - Decreto nº 9.955 de 19 de abril de 2006
* Portalegre (Portugal) - Decreto nº 8.683 de 26 de dezembro de 2000
* Punta del Este (Uruguai) - Decreto nº 8504 de 4 de dezembro de 1984
* Ribeira Grande (Açores / Portugal) - Decreto nº 7987 de 22 de junho de 1982
* Rosário (Argentina) - Decreto nº 11.150 de 22 de novembro de 1994
* São Petersburgo (Rússia) - Decreto nº 8.533 de 26 de junho de 2000
* Suzhou (China) - 11 de março de 2004

Nomes ilustres de Porto Alegre

Ronaldinho "Gaúcho" é um dos porto-alegrenses mais conhecidos no mundo

* Adriana Calcanhotto (cantora e compositora)
* Álvaro Moreyra (escritor)
* Caco Barcellos (jornalista)
* Carlos Nejar (escritor)
* Carlos Reichenbach (cineasta)
* Daiane dos Santos (ginasta)
* Elis Regina (cantora)
* Érico Verissimo (escritor)
* Everaldo Marques da Silva (jogador de futebol)
* Fernanda Lima (modelo, atriz e apresentadora de TV)
* Humberto Gessinger (músico)
* Ieda Maria Vargas (Miss Universo)
* João Derly (judoca)
* Jorge Furtado (cineasta)
* José Lutzenberger (ambientalista)
* Júlia Lemmertz (atriz)
* Juliana Didone (atriz)
* Lilian Lemmertz (atriz)
* Luís Carlos Prestes (militar e político)
* Luis Fernando Verissimo (escritor)
* Luiz Carlos Maciel (jornalista e escritor)
* Lupicínio Rodrigues (compositor)
* Mário Quintana (escritor e poeta)
* Mauro Galvão (jogador de futebol)
* Moacyr Scliar (escritor)
* Pedro Weingärtner (pintor)
* Radamés Gnattali (músico, maestro e compositor)
* Renato Borghetti (músico)
* Roberto Landell de Moura (inventor e padre)
* Roberto Szidon (pianista)
* Ronaldinho "Gaúcho" (jogador de futebol)
* Rubem Penz (escritor)
* Sheron Menezes (atriz)
* Sílvia Pfeifer (modelo e atriz)
* Tizuka Yamasaki (cineasta)
* Thomas Koch (tenista)
* Victor Wagner (ator)

Nomes ilustres falecidos em Porto Alegre

* Carmem Silva - 21 de abril de 2008 - atriz
* Érico Veríssimo - 28 de novembro de 1975 - escritor
* Mário Quintana - 5 de maio de 1994 - poeta, tradutor de jornalista

Anúncios de proprietários, corretores e imobiliárias em Porto Alegre / RS:

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Porto_alegre. Acessado em 05/05/2008.